Em decisão inédita, STF aceita extraditar brasileira para ser julgada fora do País

A carioca Cláudia Cristina Sobral é acusada de ter matado o próprio marido, nos Estados Unidos, em 2007. Ela foi transferida para a América do Norte em sigilo.