Equipe econômica de Temer adia anúncio de cortes e da nova meta fiscal

O presidente Michel Temer elencou indicativos de melhora no cenário econômico em um vídeo divulgado nas redes sociais. Mas a recuperação econômica, ainda inicial, não evitou o desequilíbrio nas contas do Governo que levará à mudança na meta fiscal para este ano e para 2018. Os ministros da Fazenda e do Planejamento tiveram nova reunião para discutir os números. A expectativa é que o déficit de 2017 seja aumentado em pelo menos mais de R$ 20 bilhões. O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, reluta em aceitar uma ampliação tão grande no déficit e quer o recálculo da arrecadação para definir a nova meta fiscal para este ano e ano que vem.