Lava Jato prende ex-presidente do Banco do Brasil e Petrobras

O ex-presidente do Banco do Brasil e da Petrobras, Aldemir Bendine, foi preso na manhã desta quinta (27), em Sorocaba, interior de São Paulo, e levado para Curitiba. Bendine era considerado um homem de confiança da ex-presidente Dilma Rousseff. Segundo o Ministério Público Federal, ele pediu R$ 17 milhões à Odebrecht para rolar uma dívida da empresa com o banco e continuou pedindo subornos quando assumiu a presidência da Petrobras, em 2012. Os irmãos Antônio Carlos e André Gustavo Vieira da Silva, que usavam uma agência de publicidade para intermediar pagamentos ilegais, também foram presos.