Marcelo Odebrecht entrega documentos que comprovam repasse de dinheiro para produção de filme

A nota fiscal mostra que a Odebrecht pagou R$ 250 mil a produtora “Filmes do Equador”, do cineasta Luis Carlos Barreto. No item discriminação dos serviços aparece que o pagamento foi umas das cotas de patrocínio do filme “Lula, o filho do Brasil”